Biblioteca do Comum

Niketche: Uma História de Poligamia

Dublin Core

Título

Niketche: Uma História de Poligamia

Assunto

Questões de gênero; Questões raciais

Descrição

Romance publicado em 2002 pela escritora moçambicana Paulina Chiziane. Ganhou o primeiro Prémio José Craveirinha de Literatura instituido pelo AEMO (Associação Escritores Moçambicanos) em 2003 juntamente com Mia Couto.
O título do livro refere-se a uma dança tradicional praticada no norte de Moçambique. Uma dança que a escritora própria define como a dança do sol e da lua, dança do vento e da chuva que imobiliza o corpo e faz a alma voar.
Escrito depois de Balada de Amor Ao vento, o romance representa e situa-se numa sequência de romances sobre o tema da poligamia. As mulheres protagonistas representam a pluralidade cultural das identidades geográficas de Moçambique enquanto o único protagonista masculino representa a Nação na sua totalidade. Rami é o nome da primeira mulher de Tony. Depois das continuadas ausências do marido a Rami decide investigar a realidade do seu casamento. Começa assim um percurso de desvenda das máscaras que leva ao encontro com as plúrimas realidades regionais de signo feminino em Moçambique.

Autor

Paulina Chiziane

Fonte

[no text]

Editor

[no text]

Data

2002

Colaborador

[no text]

Direitos

Livre

Relação

[no text]

Formato

PDF

Idioma

Português

Tipo

Livro

Identificador

Romance

Abrangência

[no text]

Arquivos

CHIZIANE-Paulina-Niketche-Uma-historia-de-poligamia.pdf

Referência

Paulina Chiziane, “Niketche: Uma História de Poligamia,” Biblioteca do Comum, acesso em 20 de novembro de 2018, http://bibliotecadocomum.org/items/show/91.