Biblioteca do Comum

Mulher Negra: Afetividade e Solidão

Dublin Core

Título

Mulher Negra: Afetividade e Solidão

Assunto

Questões de gênero; Questões raciais

Descrição

Este livro pretende demonstrar as representações sociais sobre as mulheres negras no cenário baiano e brasileiro ordenam as vidas e a afetividade desses sujeitos. ou seja, além dos estereótipos mencionados, há uma representação social baseada na raça e no gênero, a qual regula as escolhas afetivas das mulheres negras. A mulher negra e mestiça estariam fora do “mercado afetivo” e naturalizada no “mercado do sexo”, da erotização, do trabalho doméstico, feminilizado e “escravizado”; em contraposição, as mulheres brancas seriam, nessas elaborações pertencentes “à cultura do afetivo”, do casamento, da união estável. Tais percepções promulgadas no imaginário social e, em certa medida, no imaginário acadêmico brasileiro, inspiraram o tema investigativo deste livro Mulher negra: afetividade e solidão.

Autor

Ana Cláudia Lemos Pacheco

Fonte

[no text]

Editor

EDUFBA - Editora da Universidade Federal da Bahia

Data

2013

Colaborador

[no text]

Direitos

Livre

Relação

[no text]

Formato

PDF

Idioma

Português

Tipo

Livro

Identificador

[no text]

Abrangência

[no text]

Arquivos

mulher-negra-RI.pdf

Referência

Ana Cláudia Lemos Pacheco, “Mulher Negra: Afetividade e Solidão,” Biblioteca do Comum, acesso em 20 de novembro de 2018, http://bibliotecadocomum.org/items/show/89.